segunda-feira, julho 31, 2006

Com o advento da web 2.0 e da popularização dos mecanismos de expressão pela Internet (blogs, flogs, vlogs, podcasts, etc...) e do incrível poder de distribuição de web feeds (RSS/Atom), algumas pessoas estão se destacando nessa "nova mídia" , conseguindo superar o estigma de ser "famoso para 15 pessoas", como disse um famoso artigo do NYT, e ainda ultrapassando níveis de "audiência" das mídias tradicionais, como rádio e TV. Algumas até conseguiram largar do emprego e viver apenas dessa popularidade on line. Um excelente artigo do The Wall Street Journal mapeia alguns desses fenômenos, veja alguns exemplos abaixo:

* Jeff Macpherson, que com seu vlog chega a 300.000 "espectadores" por episódio.
* Amanda Congdon, negocia espaço publicitário em seu vlog por até 40.000 dólares.
* Askaninja.com com quase 1 milhão de views no YouTube.
* Judson Laipply, que é autor do vídeo mais visto no YouTube com mais de 30 milhões de views , chegou a aperecer meia hora num show na final da NBA.
* A garota Brookers, que com 10 milhões de views de seus vídeos caseiros no YouTube, fez contatos com a MTV e NBC.
* Matt Harding, criou um vídeo onde ele aparecia dançando em vários lugares do mundo, acabou sendo patrocinado para uma viagem a 38 paises.
* Christine Dolce, com mais de um milhão de amigos no MySpace, cobra 5.000 dólares por suas aparições.
* Scott Lapatine, com seu mp3blog Stereogum, recebe faixas inéditas de grandes gravadoras e vive da publicidade do seu blog.
* Rebekka, com suas fotos no Flickr foi descoberta pela Toyota e convidada para fazer uma campanha publicitária da empresa.



New Media Power List

sexta-feira, maio 12, 2006

Durante minha estadia em Curitiba, participei como entrevistado de um programa de rádio (rádio de verdade, não é podcast),
chamado Ultimo Volume (rádio Lumen FM 99.5 em Curitiba) Edição 15/2006. O programa vai ao ar hoje (12/5/06) as 22h00, e pode também ser ouvido em live streaming pela internet pelo site da FM. Ele estará disponível em streaming também no site do programa a partir de amanhã. O mp3 poderá ser baixado em breve pelo meu podcast Trouble Everyday.

Na entrevista falei de um projeto meu de documentário sobre podcasts e as diferenças com o rádio tradicional, que está agora em fase de edição.
Não sou cineasta nem "videomaker", mas a bola estava quicando na pequena área, eu estava na banheira e o juiz não deu impedimento, então acabei chutando para o gol. Sabe aquela coisa de uma DV na mão e duas idéias na cabeça? Logo logo disponível no youtube.

links:

http://www.ultimovolume.com.br/
http://www.lumenfm.com.br/
http://troubleeveryday.podomatic.com/

playlist:::

VALV "Centred" (Belo Horizonte, MG)

06:00 ::: Apresentação do convidado.


TRANSISTORS "Glisten" (São Paulo, SP)
MULTISOFA "Car Noises And Sleeping Pills" (Belo Horizonte, MG)
POLEXIA "Violetas Na Janela" (Curitiba, PR)

20:20 ::: Explicação do projeto de documentário. Podcasts: origem, facilidades, "we are the media".
24:15 ::: Shows na Bélgica.


CASINO "Casa De Praia" (Rio de Janeiro, RJ)
SUPERPHONES "Dust" (Porto Alegre, RS)
BLUEBERRY "West Of Hill" (Brasilia, DF)

36:00 ::: Podcasts, produção, nerds, etc... O que o convidado tem ouvido ultimamente.

STARFISH 100 "To Find You" (São Paulo, SP)
BAD FOLKS "Big White Chase" (Curitiba, PR)
MAGIC CRAYON "Tutto Vuolto" (São Paulo, SP - Italy, based)

50:20 ::: Links, dicas, "como vocês 2" , etc...

BLUE AFTERNOON "Blood" (São Paulo, SP)


powered by ODEO

sábado, março 11, 2006

domingo, fevereiro 26, 2006

Uma criativa brincadeira está invadindo a internet: a criação de mashup trailers, trata-se de falsos trailers onde, como nos mashups musicais, são mixados 2 filmes diferentes ou um filme é "remixado" num novo estilo. Um exemplo famoso é o trailer de The Shining do Kubrick sendo remixado como se fosse uma comédia romântica, veja abaixo:



The Shining




Outro exemplo no sentido inverso, a comédia romântica Sleepless in Seattle num trailer com a gramática thriller.



Sleepless In Seattle Trailer Redux




Este abaixo mistura dois filmes diferentes no mesmo trailer, com criativas engenhosidades de edição:



A Hard Day's Night of the Living Dead




Mas o melhor até agora é esse abaixo: usando imagens de Toy Story com músicas e diálogos de Requiem for a Dream, uma edição caprichadíssima resultando num genial mix de dois filmes totalmente diferentes.



toy story 2 requiem




Conhece mais algum? escreva nos comentários, só não vale nenhum com o filme Brokeback Mountain.

terça-feira, setembro 13, 2005

Como a Odeo ainda não consegue disponibilizar seu módulo Create para o grande público , é normal que outros serviços se adiantem e lancem coisas equivalentes antes:



http://www.podomatic.com/



dá pra fazer tudo por lá:


- criar seu podcast gravando do seu microfone na pagina web via um aplicativo flash.

- uploadear seu arquivo mp3 já pronto. com o ótimo limite de 250 megas FOR FREE!

- o feed RSS é gerado automaticamente, não precisa esquentar a cabeça com feedburner.

- a página também é gerada automaticamente.



fiz um testezinho subindo um arquivo mp3 de 16 megas, foi rápido e fácil.
dá pra ouvir na pagina mesmo com o player em flash
e da pra assinar com o feed RSS , é só arrastar o botão para o seu iTunes, que ele vai baixar automaticamente o mp3.



http://troubleeveryday.podomatic.com

sábado, julho 09, 2005






Agora o Odeo liberou acesso pra todo mundo.



Escrevi a pedidos um pequeno texto sem usar o "nerdês" para explicar o que é podcasting e Odeo para leigos:



um certo dia uns caras de IT, inventaram um sistema de transmissão de arquivos por internet totalmente automatizado, a fonte hospedava esses arquivos num servidor, e o usuario apenas escolhia as fontes de sua confiança e tudo o que a fonte produzia era enviado automaticamente para seus assinantes, qualquer tipo de arquivo, audio , video , pdf,etc...o usuario nem precisava se dar ao trabalho de verificar se tinha coisa nova ou baixar o novo conteudo. então alguns nerds foram ainda mais longe: esses arquivos quando eram de audio, seriam automaticamente copiados para o leitor mp3 externo do usuario (iPod ou outro qualquer), que poderia ouvir o que tinha escolhido, desconectado do seu computador, na rua , no caminho pro trabalho, etc.. mobilidade era a palavra de ordem. como nessa época estava muito popular um leitor mp3 com enorme capacidade, de milhares de musicas, o caminho todo era tranquilo.por outro lado outros nerds perceberam que os computadores atuais possuiam ferramentas de criaçao e ediçao de audio extremamente poderosas e capazes de produzir programas de radio com relativa facilidade e qualidade , e decidiram então "brincar" de fazer radio e redescobrir os prazeres do veículo. Depois disso se multiplicaram as pessoas que produzem conteudo em audio e as pessoas que estavam interessadas em ouvir isso. Mas nesse ponto ainda existiam coisas complicadas demais para o usuario comum que queria produzir ou ouvir : baixar programas com nomes esquisitos, entender termos como podcatcher, podcasting, RSS,XML,Syndication, isso tudo ainda era grego pra muita gente. Normal, entao uns nerds ja com bastante experiencia em popularizaçao de novas ferramentas na internet tiveram a genial idéia: "e se a gente unisse isso tudo, criaçao e assinaturas de conteudo num simples site web que qualquer computador pudesse usar sem precisar instalar muita coisa, sem complicadas configuraçoes, e ainda acrescentando sistemas de socializaçao entre ouvintes e criadores e facilidades para descobrir novos conteudos".essa ultima idéia foi o pessoal da ODEO quem teve.

domingo, julho 03, 2005